Teste para participar da Legião de Espectros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Teste para participar da Legião de Espectros

Mensagem  Hades em Dom Jun 26, 2011 8:49 pm

Você terá que se infiltrar no Castelo de Hades furtivamente, e roubar o Elmo de Hades sem que ninguém o veja, e depois banha-lo no rio Estige. Se tiver êxito, entrará para a minha Legião.

Regras:

- Mínimo 70 linhas.
- Você terá de bolar uma estratégias de grande êxito.
- Você deverá de lutar com no mínimo 10 monstros, entre eles Cães infernais, Guerreiros esqueletos, Hapias e Fúrias.
- Não mate os monstros com uma único golpe.
- Você só terá sua espada comum.
- Você não pode usar nenhum poder do grupo que você quer ser.
avatar
Hades

Mensagens : 3
Pontos : 7
Data de inscrição : 21/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Segundo teste de Kin Ghost Spear

Mensagem  Kin Ghost Spear em Qua Jun 29, 2011 4:01 pm

Eu pego a minha espada ansioso, essa com certeza seria a mais perigosa e difícil missão que um guerreiro enfrentaria, roubar o elmo da morte de Hades não era fácil. Eu avisto o castelo de Hades pela frente e tento entrar pela porta da frente, mas estava fechada por uma barreira mágica, então um pouco acima de mim avistei uma janela, com esforço, me dependurei nela e pulei para dentro do castelo. A sala da entrada era enorme, tinha paredes pretas e flamejantes, eu estava contemplando a sala quando um enorme cachorro preto pulou em minhas costas me derrubando no chão. Eu peguei a minha espada e ataquei o monstro fazendo um simples corte em seu braço, em seguida me afastei do cão infernal e subi as escadas, mas de repente no meio do caminho, duas fúrias apareceram e eu tive de atacar. Peguei a minha espada e desviei das fúrias que caíram encima do cão, aproveitei e cortei uma das asas de uma das fúrias, fazendo ela não conseguir mais voar. Peguei a minha espada, segurei firme e reparei o golpe do cão infernal que pulou com as garras em direção da minha cabeça, a fúria que conseguia voar, decolou e foi m minha direção, mas eu rolei pelo chão, me levantei rapidamente e fiz um enorme corte nas costas da fúria. O chão estava coberto de sangue negro, fazendo a fúria sem asas escorregar quando vinha em minha direção, aproveitei e ia em direção da fúria no chão quando o cão infernal voltou e me empurrou para longe da fúria, esse empurro fez as minhas costas sangrarem, pois o cão usou as suas enormes garras para me afastar da fúria. Eu quando reparei, estava com um corte nas costas, não tão profundo, mas ardia para valer. Eu me concentrei e tentei tirar a dor da minha cabeça, e consegui, pois corri em direção da fúria no chão e encravei a minha espada nela e em seguida cortei as suas patas e as peguei. O cão infernal voltou correndo em minha direção, só que dessa vez, com a outra fúria atrás dele. A fúria foi a primeira a atacar, mas eu desviei de seu golpe rolando, me levantei, mirei na cabeça da fúria e joguei as garras que havia arrancado da outra criatura, que agora estava morta. Por sorte, eu sempre tive boa pontaria, então acertei a cabeça da fúria, a fazendoela bater contara uma parede de mármore. Agora só faltava mais um monstro para eu matar. O cão infernal veio em minha direção, mas desta vez eu estava preparado, deixei a minha espada apontada para frente, e quando o cão pulou, a espada entrou em seu peito, fazendo, ele ficar paralisado de pé, então eu o chutei , e ele desabou, caindo para trás. O sangue escorria pelas minhas costas, o corte que o cachorro fez em mim ardia como mil venenos de escorpiões, então para aliviar a dor, eu peguei a pele do cão que estava morto no chão e amarrei no lugar do corte, aliviando a dor. Percebi que o palácio devia ter uns cinco andares, e que provavelmente o elmo da morte estaria no último andar. Peguei as garras da fúria que estavam presas no crânio da outra fúria e continuei andando em direção ao segundo andar. De repente, reconheci um som, era o som de alarmes, desesperado, eu saí correndo e pulei em uma fonte de água negra e mergulhei dentro de sua água. Tirei a minha cabeça do líquido para respirar, e foi esse o meu erro, nesse exato momento um soldado esqueleto que parecia da segunda guerra mundial que vestia uma roupa militar ensangüentada, me viu na fonte e comecei a atirar, por sorte, eu pulei para o lado e corri na direção do homem esqueleto, e cortei a sua arma com a minha espada, já ia cortá-lo em pedaços, quando ele sem seu perceber tirou uma faca do bolso e atacou em direção a minha cabeça, mas eu me esquivei do golpe me agachando, mas o soldado foi rápido, e quando eu estava agachado, ele me deu uma joelhada na cara fazendo eu cair de costas no chão. O moço ia enfiar a faca no meu pescoço, quando eu, no chão mesmo, o chutei, fazendo ele desabar no chão. Sua espada caiu do segundo andar e eu, aproveitei o momento e enfiei a espada nas costas do soldado morto, matando-o. Limpei o meu nariz na água da fonte, que eu percebi que estava sangrando por causa da joelhada na cara que eu levei do homem esqueleto. Fui andando pelo palácio em direção a escada subindo-a tranqüilamente. Chegando ao terceiro andar, percebi que aquilo parecia uma floreta, tinha árvores mortas e fantasmagóricas por todos os lados, e olhos vermelhos por todos os lados me observando da escuridão. Eu avistei a escada do outro lado da mata, então tomei coragem e entrei. A mata era úmida e tinha cheiro de peixe morto, até que ao longe avistei uma Harpia, um pássaro enorme com cabeça de mulher, e ao lado dela avistei dois zumbis.Tentei passar pelo meio das árvores sem ser visto, mas a Harpia me percebeu e voou em minha direção, por sorte, eu estava no meio de muitos bambus fantasmagóricos , então a Harpia não consegui me visualizar direito e cortou vários bambus do meulado. Os zumbis já estavam correndo em minha direção, então peguei um bambu que estava com a ponta pontuda e mortal e acertei na cabeça de um dos zumbis, fazendo sua cabeça rolar, mas mesmo assim, o zumbi ainda andava em minha direção. Enquanto eu estava de costas, a Harpia me empurrou com as garras fazendo eu cair em uma ‘’piscina’’ de lama, corri e peguei mais um bambu pontiagudo do meu lado e joguei na Harpia quando ela voltava para me atacar, fazendo ela cair no zumbi sem cabeça que se desmontou na hora. O outro zumbi já estava a dois metros de mim com um machado na mão. Le me atacou, mas eu me defendi com a minha espada e ataquei-o, cortado o se braço que estava com o machado, fazendo a arma e o braço caírem no chão. Desarmado eu peguei o machado e enfiei na cabeça do zumbi. Em seguida vi a Harpia se levantando ainda inconsciente, então aproveite o momento e joguei o machado no corpo da criatura alada, matando-a. Corri até a escada e a subi rapidamente. O quarto andar era cheio de peles de animais e monstros por todos os lados, até no teto. A escada estava a dez metros de mim, eu já ia em direção a ela quando de repente, apareceram três fantasmas, que estavam com pequenas facas. Um deles atirou algumas facas em mim, mas eu me escondi atrás de um pilar de mármore, mas eles eram rápidos, já havia me cercado, então todos jogaram facas em mim, mas eu me agachei e rolei para o lado, correndo em direção a escada, e por sorte, eu não fui acertado por nenhuma faca. O quinto andar era uma sala cheia de janelas, e dava para ver o mundo inferior inteiro por elas. O elmo da morte estava na minha frente, então o peguei e olhei para trás, mil facas vinham em minha direção, então por impulso, saltei por uma janela que tinha uma árvore um pouco abaixo. Caindo, eu me agarrei em um dos galhos da árvore e fui descendo rapidamente, quase sendo acertado por flechas que alguns homens esqueleto disparavam da sala por onde eu saltei. Chegando chão, saí correndo em direção ao Rio Estige. Chegando ao rio, banhei o elmo e ia continuar correndo, quando um homem esqueleto com uma espada apareceu em minha frente e me atacou, MS eu reparei o golpe com minha espada, o golpeei na barriga e o empurrei no rio. Saí correndo em disparada e fui em direção a saída do mundo inferior, sendo perseguido por fantasmas, zumbis, homens esqueleto, cães infernais e por fúrias, mas eu era rápido, e cheguei a saída facilmente, que era um túnel que ia a superfície. O chegar lá derrubei várias pedras na entrada do túnel, fechando-a, e disse ’’Missão comprida!’’, e em seguida, de exaustão, eu desabei no chão.

____________________________________________________________________________

Parabéns,você passou.
avatar
Kin Ghost Spear

Mensagens : 17
Pontos : 22
Data de inscrição : 22/06/2011
Idade : 17
Localização : Hogwarts

Ficha de Guerreiro
Vida:
120/120  (120/120)
Arsenal de Armas:
Arsenal de Objetos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum